sexta-feira, 25 de novembro de 2016

Poema da semana de 28/11 a 2/12



PALAVRAS

Muitas, não, boas palavras
levam depressa a um fim certo:
as muitas são como o longe,
as poucas são como o perto!

Palavras em demasia,
desperdício vão e feio:
é como entornar mais água
em cima de um copo cheio.

Sair de um sábio silêncio
para, à toa, dizer tudo,
é trocar moeda de oiro
por algum cobre miúdo.

Palavra fora da boca
é pedra fora da mão.
Pensa primeiro…Palavras
tira-as do teu coração.

Afonso Correia de Oliveira
                                                                                                        

Sem comentários:

Enviar um comentário